Diversos

WATCHMEN para todos

Um dos melhores livros que alguma vez li na minha vida. É este o elogio que tenho para fazer à novela gráfica Watchmen.

A 6 de Junho de 2009, Watchmen chegará ao grande ecrã pela mão do realizador do fabuloso “300”, Zack Snyder.

O videojogo (para PC, PS3 e X360) será uma prequela dos acontecimentos do livro e chegará aos utilizadores a conta gotas, ou seja, por episódios. É já sabido que no primeiro episódio será possível andar à porrada vestindo a mascara de sarrapilheira de Rorschach ou as orelhinhas duvidosas de Night Owl. Sim, estamos perante um jogo de acção (gritos de fãs irados, que pegam em forquilhas e tochas e espalham o caos).

Mas não desesperem, pois está prevista a edição de um outro videojogo em simultâneo com a edição em  DVD do filme. Se fecharmos os olhos e desejarmos com muita força, pode ser que saia um Watchmen à lá Knights Of The Old Republic. Preety please?

Entretanto podem ir saciando a vossa fome por heróis acabados e conflitos nucleares recorrendo à “Watchmen – Motion Comic”. Olhem aqui um gostinho já em baixo. Quem é amigo, quem é?

Eles também são fãs do Watchmen
Eles também são fãs do Watchmen

Anúncios

6 thoughts on “WATCHMEN para todos”

  1. Esse ‘motion comic’ é excelente 😀 Tirando algumas falhas no tom da narração – compreensíveis dado que é uma única pessoa a dar voz aos personagens – está muito bem conseguida.

    Quanto ao filme… Estou interessado, mas penso que não vai ser aquilo que muitos esperam. Já sabemos que o Alan Moore é difícil de agradar e que já entrou em várias batalhas legais com editoras de comics norte-americanos (sem esquecer que chegou ao ponto de rejeitar qualquer associação aos filmes), mas por um lado ele tem razão. Experiências como Watchmen são irrepetíveis e sempre perdem muito da sua densidade narrativa no grande écrã. Claro que, por outro lado, isso não invalida o filme em si, que pode muito bem entreter a audiência.

    Mas suspeito que o filme, por muito boa que a realização seja, pode passar ao lado dos cinéfilos. Muitos dos detalhes que criavam um elo de ligação entre os personagens e os eventos – como os excertos da autobiografia do Hollis Mason, por exemplo – não estarão presentes; e além disso, Watchment não é uma história comum ou tão imediatamente reconhecível como as mitologias de outros heróis. No mundo dos comics, ganhou por não ser mais um Homem-Aranha; mas no cinema, é capaz de perder precisamente por não o ser.

    Gostar

  2. Ontem eu assisti ao filme: confesso que nunca fui muito fã de HQ, mas Watchmen, o Filme, me deixou com vontade de ler a HQ, que deve ser muito mais rica em detalhes!!

    Watchmen mostra o homem, como ele é, com todos os seus defeitos e qualidades… O melhor é que WM tira os super-heróis do pedestal, colocando ele nos mesmo nível de nós, pobres mortais!!!

    Ah, essa turma do Charlie Brown, vestida como os super-heróis ficou uma graça!!! Muito bom o desenho!!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s